Tamanho do texto

Witzel no Rio de Janeiro e Doria em São Paulo foram os que mais se aproximaram do candidato do PSL durante a campanha do segundo turno

Jair Bolsonaro (PSL) consolidou seu nome como um fenômeno nas eleições de 2018 . Além de conquistar a Presidência da República, os candidatos que apoiam Bolsonaro também colheram frutos de prestar apoio ao ex-capitão.

Leia também: Bolsonaro vence em 15 estados e no Distrito Federal, Haddad em 11

Candidatos que apoiam Bolsonaro conseguiram bons resultados
Divulgação/PSL
Candidatos que apoiam Bolsonaro conseguiram bons resultados

Entre os  candidatos que apoiam Bolsonaro estavam três nomes do PSL: Coronel Marcos Rocha (Rondônia), Antonio Denarium (Roraima) e Comandante Moisés (Santa Catarina).

Além disso, candidatos que colaram sua imagem a Bolsonaro também se elegeram, como Wilson Lima (Amazonas) e Wilson Witzel (Rio de Janeiro), ambos do PSC, o tucano João Doria (São Paulo) e o empresário Romeu Zema (Minas Gerais), do Novo.

Leia também:  Toffoli cobra respeito à Constituição e combate ao radicalismo após eleição

O PSDB conseguiu reduzir um pouco queda na disputa presidencial e legislativa e ainda faturou neste domingo (28) os estados de Mato Grosso do Sul, com o reeleito Reinaldo Azambuja, e Rio Grande do Sul, com Eduardo Leite, o governador eleito mais jovem do país, com 33 anos.

Os outros vitoriosos da noite são Belivaldo Chagas (PSD), em Sergipe, Waldez Goés (PDT), no Amapá, Helder Barbalho (MDB), no Pará, e Fátima Bezerra (PT), no Rio Grande do Norte. O PT será o partido com mais estados (quatro), à frente de MDB, PSDB, PSB e PSL, com três cada um.

PSD, PSC e DEM terão dois estados cada, enquanto PDT, PP, PCdoB, PHS e Novo garantiram um cada.

Leia também: Presidente do TSE rebate ataques e diz que eleição seguiu "absoluta normalidade" 

Entre os candidatos que apoiam Bolsonaro, Doria acredita que o ex-capitão "será o presidente que irá pacificar o Brasil" e prometeu que o estado de são Paulo irá ajudar na unificação do país.