Tamanho do texto

Candidato do PSL à Presidência publicou críticas sobre Fernando Haddad e afirmou que ninguém mentiu mais que o adversário na disputa eleitoral

Às vésperas do segundo turno das eleições, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro criticou o PT e Fernando Haddad de forma contundente nas suas redes sociais.

Leia também: Haddad cresce e empata com Bolsonaro entre os mais jovens, revela Datafolha

Bolsonaro critica PT:
Tânia Rêgo/Agência Brasil - 25.10.18
Bolsonaro critica PT: "Mestres em enganar"

Em sua conta no Twitter na manhã desta sexta-feira (26),  Bolsonaro critica PT e afirma: "Ninguém mentiu mais que o PT nesta eleição. São mestres em enganar. Mudaram o plano de governo diversas vezes após expormos seu viés totalitário".

Os ataques de Bolsonaro ao candidato petista aparecem na reta final do segundo turno e parecem ser uma resposta à Haddad que o acusa de ser "fujão" e "soldadinho de araque" por não comparecer aos detabes.

"Haddad diz que sou responsável pela campanha mais baixa da história. Logo ele, que é orientado por um presidiário, esconde as cores do partido, finge ser religioso, joga bíblia no lixo, esconde apoio à ditadura venezuelana e espalha um monte de porcaria mentirosa ao meu respeito", continuou no twitter.

Leia também: Bolsonaro tem 56% e Fernando Haddad, 44%, aponta Datafolha

O candidato também postou depoimentos de apoio de personalidades de destaque no país, como o jurista Ives Gandra Martins. No vídeo, ele elogia as virtudes do ex-capitão e diz que ele tem o perfil para guiar o País e fazer o Brasil inserir no mundo globalizado. No último dia 22, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TSE), Ives Gandra Martins Filho, visitou o presidenciável na casa dele, no condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.


Leia também: Cenário é Bolsonaro eleito, dúvida vai ser a diferença, diz presidente do Ibope

Ainda sobre Bolsonaro criticando o PT, o ex-capitão diz: "Represento uma ameaça sim, aos corruptos, à bandidagem, aos estupradores, aos esquemas que assaltam o BNDES, aos assassinos e aos que querem destruir o Brasil! Por isso estão desesperados! Não terão sossego em meu governo!", finaliza.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.