Tamanho do texto

Fernando Haddad (PT), que já foi prefeito de São Paulo, lidera na cidade com 51%; Jair Bolsonaro marca 49%. No interior, capitão lidera com folga

Haddad ultrapassou Bolsonaro na capital paulistana, aponta Ibope São Paulo
iG Arte
Haddad ultrapassou Bolsonaro na capital paulistana, aponta Ibope São Paulo

A quatro dias do segundo turno das eleições presidenciais, o candidato Fernando Haddad (PT) melhorou seu desempenho na capital de São Paulo, onde ele foi prefeito entre 2013 e 2016. De acordo com pesquisa do Ibope São Paulo, o petista, que antes era apontado como candidato de 47% dos eleitores da capital, contra 53% de Jair Bolsonaro, lidera agora na cidade com 51%. 

Leia também: Ex-presidente do PSDB, Alberto Goldman declara voto em Fernando Haddad

Já Jair Bolsonaro foi mencionado como opção por 49% dos paulistanos. Contratada pela TV Globo e o jornal O Estado de S.Paulo, a pesquisa do Ibope São Paulo ouviu 1512 eleitores de 78 cidades do estado entre os dias 20 e 23 de outubro. 

Já no interior, a situação se inverte, com ampla vantagem do capitão reformado do PSL. O deputado federal é o preferido de 71% dos eleitores, enquanto o professor da USP foi mencionado por 29% dos entrevistados. No estado como um todo, Bolsonaro mantêm a liderança ante Haddad : 64% a 36%. 

Na pesquisa nacional do Ibope, que abrange todo o país, o candidato Jair Bolsonaro tem 57% dos votos válidos, enquanto Fernando Haddad soma 43%.

Leia também: "Precisamos abraçar a periferia", diz Haddad após duras críticas de Mano Brown

Esta é a segunda pesquisa Ibope para presidente realizada no segundo turno e os números captados pelo novo levantamento indicam distância menor entre os dois candidatos do que a verificada no  estudo anterior, divulgado no dia 15 . Naquela pesquisa, Bolsonaro aparecia com 59%, contra 41% de Haddad.

A proporção de 57% a 43% a favor do candidato do PSL se refere aos votos válidos, o que exclui os brancos e nulos e reproduz o mesmo cálculo feito pela Justiça Eleitoral para definir o resultado final de uma votação. Nos votos totais, Bolsonaro tem 50%, enquanto Haddad soma 37%. Brancos e nulos somam 10% e outros 3% não souberam responder.

O estudo do Ibope São Paulo também mensurou a rejeição dos dois candidatos que disputam o segundo turno. Os eleitores que disseram não votar em Bolsonaro "de jeito nenhum" representam 40% do total. Já a rejeição do candidato do PT atinge a casa de 41%.

Leia também: The New York Times compara Bolsonaro a populista "ofensivo, cruel e grosseiro"