Tamanho do texto

De acordo com o levantamento divulgado nesta segunda-feira, 76% dos entrevistados veem o candidato do PSL como o futuro presidente do Brasil

Pesquisa BTG revela que Bolsonaro continua a frente de Haddad a menos de uma semana do segundo turno das eleições
Arquivo/Agência Brasil
Pesquisa BTG revela que Bolsonaro continua a frente de Haddad a menos de uma semana do segundo turno das eleições

Falta menos de uma semana para o segundo turno das eleições 2018, e o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) continua aparecendo a frente do seu oponente, Fernando Haddad (PT), nas pesquisas de intenções de voto, agora com uma larga diferença de 20 pontos. Isso é o que revela a mais recente pesquisa BTG Pactual/FSB, divulgada nas primeiras horas desta segunda-feira (22).

Leia também: Bolsonaro reprova fala de filho: "Se propôs fechar STF, precisa de psiquiatra"

Segundo o levantamento, no cenário de votos estimulados, levando-se em conta apenas os votos válidos – ou seja, excluindo brancos, nulos e abstenções –, Bolsonaro tem 60% dos votos, oscilando um ponto para cima ante a pesquisa BTG da última semana, enquanto Haddad passou de 41% para 40% das intenções de voto em uma semana.

Considerando os votos totais, o candidato do PSL alcança 52% dos votos, enquanto o candidato do PT chega à marca dos 35%. Na última pesquisa , Bolsonaro tinha 51% e Haddad, os mesmos 35%. Nesta última, 4% dos eleitores afirmaram que pretendem votar branco ou nulo, 5% não pretendem votarm em ninguém e 4% não sabem ou não responderam.

No levantamento não estimulado, ou seja, na pesquisa espontânea, 48% apontaram votar em Jair Bolsonaro e 31% em Fernando Haddad . Brancos e nulos somaram 6%, ninguém ou nenhum totalizaram 5%, enquanto os que não souberam ou não responderam totalizaram 11%.

O BTG investigou ainda como anda a decisão de votos dos eleitores. Por exemplo, 94% dos que dizem que vão votar em Bolsonaro, estão decididos quanto a isso. No caso de Haddad, o índice cai para 90%. Além disso, 74% dos que disseram que não votarão em ninguém estão certos do voto e 70% daqueles que declaram um voto nulo ou em branco mostraram certeza no seu voto. 

Por fim, o candidato petista registra a maior rejeição, com 52% dos entrevistados dizendo que não votaria em Haddad de jeito nenhum, ante 40% de Bolsonaro. Também 47% disseram que votariam apenas em Bolsonaro, enquanto 2% apontaram votar no candidato do PSL e desconhecer Haddad. Em compensação, 32% votariam apenas em Haddad e 3% poderiam votar no petista e desconhecem Bolsonaro.

Outros 5% afirmam que poderiam votar em ambos os candidatos, já 4% não votariam em nenhum deles e 3% desconhecem os dois nomes dos candidatos à Presidência.

Seja qual for o voto deles, 76% dos eleitores afirmaram ao levantamento que acham que Bolsonaro será o próximo presidente do Brasil. Apenas 17% acreditam na vitória de Haddad. E 7% não sabem ou não responderam.

Leia também: Em coletiva, Rosa Weber diz que TSE não falhou no trato às 'fake news'

Para a conclusão dessa pesquisa BTG , foram entrevistados, por telefone, 2 mil eleitores, com idade a partir de 16 anos. A margem de erro do levantamento é de 2 pontos percentuais e ele está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-03689/2018.