Tamanho do texto

Levantamento indica ainda que o candidato do PSL, mais votado do primeiro turno, é visto como próximo presidente do Brasil por 70% dos entrevistados

Bolsonaro tem 59% dos votos válidos, contra 41% de Haddad, aponta pesquisa BTG/FSB; veja detalhes do levantamento
Tânia Rêgo/Agência Brasil e divulgação/PT
Bolsonaro tem 59% dos votos válidos, contra 41% de Haddad, aponta pesquisa BTG/FSB; veja detalhes do levantamento

Uma semana após a realização do primeiro turno das eleições, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, continua com uma boa vantagem em relação ao seu adversário, Fernando Haddad, do PT, na disputa pela Presidência do Brasil. Pelo menos é isso o que mostra a pesquisa BTG/FSB, divulgada nesta segunda-feira (15).

Leia também: Fragmentação partidária do Congresso será desafio para próximo presidente

De acordo com o levantamento, Bolsonaro tem 59% das intenções de votos válidos no segundo turno, enquanto Haddad aparece com 41%. Considerando os votos totais, o deputado tem 51%, contra 35% do petista; 5% dos entrevistados pela pesquisa BTG/FSB disseram que planejam anular ou votar em branco, enquanto 6% afirmam que não votariam em nenhum dos dois e 3% não souberam responder.

Entre as razões que levam o eleitor a votar no candidato do PSL, 84% responderam que acreditam que ele é a melhor opção disponível e 10% afirmam que votarão nele para impedir a vitória de seu rival. Já com Haddad, 78% veem no petista o melhor nome para governar o Brasil e 15% votam nele para evitar que Bolsonaro ocupe o Palácio do Planalto.

Leia também: Haddad tenta aproximação com FHC em nome  da democracia

Questionados sobre quem acreditam que será o próximo presidente do Brasil, independentemente de quem vão votar, 70% dos entrevistados acham que Bolsonaro vai levar a disputa, 24% confiam na vitória de Haddad e 6% não souberam dizer.

Ainda segundo o levantamento, entre os eleitores que possuem até um salário mínimo, Fernando Haddad vence por 49% a 35%. Em contraponto, entre aqueles que ganham mais de cinco salários mínimos, Bolsonaro é o preferido por 61% (Haddad tem 30%).

A decisão de voto está na faixa dos 90% para ambos os candidatos: 94% para Jair Bolsonaro e 89% para Haddad. No quesito rejeição, apesar de todas as campanhas contra o candidato do PSL, Haddad, por ser do PT, lidera: ele é rejeitado por 54% da população. Bolsonaro, por sua vez, é rejeitado por 38% dos eleitores pesquisados pelo levantamento.

Leia também: Temer diz ter convicção de que o Brasil estará reunificado após as eleições

A pesquisa BTG/FSB entrevistou 2 mil pessoas por telefone e possui uma margem de erro de dois pontos percentuais. Ela está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-08950/2018.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.