Tamanho do texto

Levantamento eleitoral do Ibope mostra Jair Bolsonaro com 28%, Fernando Haddad com 19%, Ciro Gomes com 11%, Alckmin com 7% e Marina com 6%

Pesquisa Ibope mostra Haddad e Bolsonaro rumo ao segundo turno das eleições presidenciais
iG Arte/Agência Brasil
Pesquisa Ibope mostra Haddad e Bolsonaro rumo ao segundo turno das eleições presidenciais

Foi divulgada no fim da noite desta terça-feira (18) a mais nova pesquisa eleitoral do instituto Ibope. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) oscilou dois pontos para cima, dentro, no entanto, da margem de erro. Fernanado Haddad (PT), escolhido por Lula como seu substituto na chapa presidencial, cresceu impressionantes 11 pontos em uma semana, se isolando na segunda posição.

Leia também: Haddad diz que não dará indulto a Lula e assume papel de pacificador em campanha

Confira, abaixo, os números auferidos pelo Ibope :

Jair Bolsonaro (PSL): 28%
Fernando Haddad (PT): 19%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Marina Silva (Rede): 6%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
João Amoêdo (Novo): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
Guilherme Boulos (PSOL): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 14%
Não sabe/não respondeu: 7%

O levantamento confirma, assim, a tendência de transferência massiva de votos de Lula para Haddad. Marina Silva e Ciro Gomes , que herdaram num primeiro momento parte do espólio lulista, por sua vez, vêm em trajetória de queda, assim como o tucano Geraldo Alckmin.

Leia também: Para vice de Bolsonaro, casa só com ‘mãe e avó’ é ‘fábrica de desajustados'

O Ibope perguntou aos eleitores, também, em quem pretendem votar em diferentes cenários de segundo turno. No caso mais provável, isto é, entre Haddad e Bolsonaro, ocorre um empate técnico: os dois somam 40% das intenções de votos.

Ciro Gomes também está empatado com Bolsonaro - porém, na margem de erro, o pedetista perde para o capitão reformado. O placar é 39% a 40% para o deputado do PSL.

Alckmin e o capitão reformado também estão empatados: 38% a 38%. Marina, por sua vez, seria derrotada por Bolsonaro. A ambientalista teria 36% dos votos, indica a pesquisa, ante 41% do capitão.

Outro dado colhido pela pesquisa foi referente à rejeição dos candidatos. A pergunta foi a seguinte: " Dentre estes candidatos a Presidente da República, em qual o (a) sr. (a) não votaria de jeito nenhum? Mais algum? Algum outro? ". Abaixo, os resultados:

Bolsonaro: 42%
Haddad: 29%
Marina: 26%
Alckmin: 20%
Ciro: 19%
Meirelles: 12%
Cabo Daciolo: 11%
Eymael: 11%
Boulos: 10%
Alvaro Dias: 10%
Vera: 9%
Amoêdo: 9%
João Goulart Filho: 8%
Poderia votar em todos: 2%
Não sabe/não respondeu: 9%

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou para menos. Foram ouvidos, entre os dias 16 e 18 de setembro, 2.506 eleitores em 177 municípios de todas as regiões do país. Contratada pela TV Globo e O Estado de S.Paulo , o nível de confiança do levantamento do Ibope é de 95%. 

Leia também: Para economista de Ciro Gomes, PEC do teto de gastos é “mera embromação”