undefined
Divulgação/Flávio Bolsonaro
Jair Bolsonaro tem quadro de saúde estável e permanece em cuidados de terapia intensiva, sem febre e ou sinais de infecção

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) retirou, na manhã desta terça-feira (11), a sonda nasogástrica que utilizava, desde que foi internado. A retirada foi feita para incentivar a reintrodução da alimentação oral, que terá progressão gradual conforme a aceitação do paciente.

Leia também: Bolsonaro apresenta "nítida melhora clínica e laboratorial", diz boletim

Segundo o último boletim médico, divulgado na manhã de hoje pelo Hospital Albert Einstein, Jair Bolsonaro passa bem e tem quadro de saúde estável. O candidato também não apresentou febre nem sinais de infecção. Apesar disso, a sua alimentação endovenosa será mantida e ele permanecerá em cuidados de terapia intensiva.

"Em decorrência da melhora intestinal, a sonda nasogástrica foi retirada na manhã de hoje. Será reiniciada alimentação oral e progredida de forma gradual conforme aceitação. Ela será feita concomitante à alimentação parental", diz a nota divulgada pelo hospital.

O texto é assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, cirurgião; Leandro Echenique, clínico e cardiologista; e Miguel Cendoroglo, Diretor Superintendente do Einstein.

Leia também: Campanha de Bolsonaro usa montagem de camiseta com sangue

O presidenciável precisará passar por nova cirurgia, posteriormente, para reconstruir o intestino e retirar a bolsa de colostomia, feita em função de lesões graves no seu intestino grosso e delgado.

Bolsonaro foi atingido por uma faca na região abdominal na última quinta-feira (6), quando participava de uma atividade de campanha em Minas Gerais. A  facada em Bolsonaro foi atribuída a um homem que já está preso.

Imediatamente, ele foi atendido pela Santa Casa de Juiz de Fora , onde recebeu os primeiros atendimentos após o ataque a faca e passou por uma cirurgia. O candidato foi transferido para o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, na última sexta-feira (7), a pedido da família.

Leia também: Bolsonaro cresce e obtém 30% das intenções de voto após facada, diz BTG Pactual

Jair Bolsonaro  deu entrada no hospital da capital paulista por volta das 10h45, quando iniciou uma série de exames que durou cerca de 3 horas, segundo a assessoria do hospital. Na ocasião, seu estado de saúde era considerado grave, mas estável.

* Com informações da Agência Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários