Tamanho do texto

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa enumerou três preocupações após desistir de se candidatar à Presidência: Jair Bolsonaro, Temer e um possível golpe militar; pré-candidato reagiu

Jair Bolsonaro durante comício no Paraná
Reprodução/Twitter
Jair Bolsonaro durante comício no Paraná

Após anunciar sua desistência da corrida presidencial deste ano, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa , recém filiado ao PSB, afirmou ao jornal O Globo que três preocupações o afligem sobre o futuro do Brasil. A primeira delas é a possibilidade de o deputado federal J air Bolsonaro (PSL) ser eleito em outubro.

Leia também: PSB diz que compreende decisão de Barbosa; pré-candidatos lamentam

Bastaram poucos minutos para que Bolsonaro reagisse à crítica de J oaquim Barbosa . Também ao Globo , o deputado afirmou que o temor do ex-ministro “atestado de ignorância”.

“É um atestado de completa ignorância política. Se ele não quer ajudar o Brasil, tudo bem. Estou sozinho nessa briga contra a corrupção”, retorquiu Bolsonaro.

A segunda preocupação de Joaquim Barbosa diz respeito a Michel Temer (MDB). Ele disse temer que uma coalizão política atue nos bastidores para que o emedebista se perpetue no poder.

“Temo que ele, maquiavélico, possa articular algo para continuar no poder, ou mesmo uma aliança que o eleja”, admitiu Barbosa.

Já o terceiro temor do ex-juiz é que os militares resolvam se sublevar para tomar o poder. Fora da disputa pela presidência, Barbosa deve repetir o que fez em 2014, quando não apoiou nenhum dos postulantes ao cargo.

Leia também: Alckmin promete que, se for eleito presidente, vai manter intervenção no Rio

Frota no ministério?

Bem cotado em pesquisas eleitorais, Jair Bolsonaro conta com uma vasta rede de apoio na internet. Um desses apoiadores é o ator Alexandre Frota, elogiado pelo deputado nas redes sociais.

Frota, inclusive, postou um vídeo em sua conta no Twitter no qual Bolsonaro (PSL) afirma querer vê-lo ministro da Cultura. “Se você quer me ver presidente um dia, eu quero te ver ministro da Cultura. Já imaginou cara?”, disse o pré-candidato à Presidência da República. Frota se filiou recentemente ao PSL (Partido Social Liberal), mesma legenda de Bolsonaro.  

Apoiador do impeachment de Dilma Rousseff,  Alexandre Frota  é um defensor apaixonado do deputado federal Jair Bolsonaro . Nas redes sociais, o ex-ator faz postagens diárias em apoio ao presidenciável.

Leia também: STF envia investigação contra Aécio Neves para 1ª instância

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.