Tamanho do texto

Em vídeo publicado no Twitter, Michel Temer se engana e diz que está, entre outras coisas, fazendo o desemprego voltar ao País. Veja o vídeo e mais

Temer gravou vídeo de maneira improvisada para a rede social, nesta sexta-feira (7), e acabou soltando uma gafe
Reprodução/Twitter
Temer gravou vídeo de maneira improvisada para a rede social, nesta sexta-feira (7), e acabou soltando uma gafe

O presidente Michel Temer (PMDB) voltou a cometer uma gafe durante eventos externos. Nesta sexta-feira (7), o peemedebista publicou um vídeo em sua página oficial do Twitter em que aparece falando sobre a última sessão plenária do G20, da qual havia acabado de sair.

Leia também: 'Não existe crise econômica no Brasil', diz Michel Temer na Alemanha

Durante o vídeo, que tem duração de quase um minuto e meio, Temer fala, sem querer, que seu “governo está fazendo voltar o desemprego” no Brasil. "Cada país fez um relato daquilo que está fazendo no seu país, como eu pude fazer um relato daquilo que nós estamos fazendo no Brasil, gerando exatamente inflação baixa, reduzindo os juros, fazendo voltar o desemprego e combatendo a recessão", afirma.

É possível ver que o vídeo foi publicado de maneira rápida, sem edições. Até a publicação desta matéria, havia mais de 360 comentários.

“Não existe crise econômica”

Também nesta sexta, o presidente brasileiro afirmou, ao chegar ao Hotel Grand Elysée Hamburg, em Hamburgo, na Alemanha, que “não existe crise econômica no Brasil”. “Pode levantar os dados e você verá que nós estamos crescendo empregos, crescendo indústria, crescendo agronegócio. Lá não existe crise econômica ”, disse aos jornalistas que o recepcionaram.

Leia também: Protestos contra o G20 deixam ao menos 250 feridos em Hamburgo

Questionado sobre se a crise política não atrapalharia, o presidente negou com um gesto movendo o dedo indicador.

Mais tarde, ao discursar na reunião do Brics, bloco formado pelo Brasil, Rússia, India, China e África do Sul, ele destacou que, com diálogo com a sociedade e o Congresso Nacional, o País está superando a chamada crise.

“O Brasil está superando uma das crises mais graves de sua história, graças a uma ambiciosa agenda de reformas que traz de volta o crescimento e o emprego. Diante de nossos problemas, escolhemos o caminho mais responsável, que construímos em constante interlocução com o Congresso Nacional e com o conjunto da sociedade”, defendeu. 

Leia também: De Trump a Widodo: você sabe quem é quem no G20?

"O Brics é espaço capaz de traduzir nossos esforços individuais em ganhos conjuntos. É exemplo do quanto se pode alcançar com disposição pragmática na busca de resultados tangíveis em favor do desenvolvimento, em favor do bem-estar de nossos povos", acrescentou Temer.