Edyr Nuzael da Cruz Junior, de 30 anos, foi preso em flagrante por tentativa de feminicídio
Reprodução
Edyr Nuzael da Cruz Junior, de 30 anos, foi preso em flagrante por tentativa de feminicídio


Um homem foi preso em flagrante, nessa segunda-feira (25), após ferir com golpes de faca a ex-companheira, em Itaguaí, na Baixada Fluminense. Edyr Nuzael da Cruz Junior, de 30 anos, foi encontrado em Seropédica após agredir a mulher. Ao tentar se proteger para não ser ferida no rosto e no pescoço, áreas as quais o homem tentava atingir, ela teve lesões graves em uma das mãos. Mesmo ferida, ela foi mantida em casa por algumas horas, o que também classificou o caso como cárcere privado.

Policiais civis da 50ª DP (Itaguaí) prenderam Edyr em flagrante quando a mulher conseguiu dar entrada no Hospital Municipal de Itaguaí para receber atendimento devido aos ferimentos. A delegacia foi acionada e ele foi capturado no município de Seropédica, após levantamento de informações de inteligência.

A vítima foi surpreendida pelo ex-companheiro ao abrir a porta de casa, por volta das 9 horas, na segunda-feira. Ele estava escondido debaixo do carro da mulher. Em seguida, Edyr entrou na casa dela e tentou golpeá-la com uma faca no pescoço e peito. Quando ela se defendeu, foi ferida em uma das mãos de forma grave.

Sob ameaças, Edyr manteve a vítima e os filhos em cárcere privado, que depois de horas conseguiram o convencer que a mulher precisava de socorro médico devido aos cortes.

"O autor, inconformado com a separação, invadiu a residência da vítima, se escondendo embaixo do seu carro. Aproveitou o momento que esta abria a porta para atacá-la. A vítima se defendeu e ainda teve lesões no braço e no peito. Após essas lesões, o autor ainda a manteve em cárcere privado por algumas horas, com um grande terror psicológico, dizendo que iria matá-la", contou o delegado Marcos Santana Gomes, em entrevista ao "Bom Dia Rio", da TV Globo.

Ele permitiu que ela fosse ao hospital sob a condição de que usasse uma blusa de manga e gola alta para esconder as agressões e que relatasse no hospital que tinha brigado com a irmã. Na unidade de saúde, o relato do motivo dos machucados despertou desconfiança na equipe, que acionou a polícia.

Ao sair da casa da vítima, o acusado levou todos os celulares e o veículo dela para que ninguém pedisse ajuda. Isso foi configurado como roubo. O autor foi preso com o carro da vítima, em Seropédica. Com Edyr foram encontradas três facas e quatro celulares. Ele foi conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante e deve ser indiciado por tentativa de homicídio, cárcere privado e roubo.


Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários