Francis Ribeiro está internado no Hospital de Urgências de Goiânia
Reprodução/redes sociais
Francis Ribeiro está internado no Hospital de Urgências de Goiânia

Um policial militar de Goiás foi preso em flagrante ontem (6), suspeito de atirar em um jovem no show da dupla sertaneja Henrique e Juliano, na noite do último domingo, no estádio Serra Dourada, em Goiás.

Segundo relatos, o soldado deu três tiros em Francis Ribeiro, de 27 anos, após um esbarrão que causou uma troca de empurrões. O jovem foi levado às pressas para o Hospital de Urgências de Goiás (HUGO), onde ainda está internado.

Atingido na mão esquerda e no tórax, Francis foi operado. Segundo o UOL, ele está em estado considerado grave, mas consciente. Em nota enviada ao i G , a PM informou que "determinou a abertura de Procedimento Administrativo Disciplinar para apurar as circunstâncias do fato".

"A corporação esclarece que não compactua com qualquer desvio de conduta praticado por
seus membros e que o caso será apurado com o rigor devido", diz o texto.

A Targ Comunicação, responsável pelos shows, lamentou o ocorrido. "Nós, da organização do evento e todos os artistas que se apresentaram lamentam os incidentes ocorridos durante o evento Infinito Particular, no último domingo (5), no estacionamento do Estádio Serra Dourada."

"Quanto a pessoa baleada, informamos que estamos dando apoio à vítima e sua família. Felizmente, fomos informados, que não há risco de morte, até o presente momento", disse, em nota.

Segundo a empresa, 700 policiais trabalharam na segurança do evento. O nome do policial não foi divulgado. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

** Filha da periferia que nasceu para contar histórias. Denise Bonfim é jornalista e apaixonada por futebol. No iG, escreve sobre saúde, política e cotidiano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários