Homem morre após abordagem da PRF em Sergipe
Reprodução - 26.05.2022
Homem morre após abordagem da PRF em Sergipe

Boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta quinta-feira (26) afirma que os agentes envolvidos na abordagem que terminou na morte um homem no município de Umbaúba, no litoral de Sergipe , fizeram o uso de spray de pimenta e gás lacrimogênio.

Imagens da ação foram compartilhadas nas redes sociais  e mostram Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, sendo algemado no chão e depois colocado pelos agentes no porta-malas da viatura, nessa quarta (25). De dentro do carro saía fumaça.

No comunicado emitido pela PRF, os agentes escreveram que Geivaldo faleceu "possivelmente devido a um mal súbito".

O Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, no entanto, afirma que Genivaldo morreu por asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda.

Ordem dos Advogados do Brasil da seccional de Sergipe acompanha as investigações do caso e afirmou que as gravações apontam para uma “clara negligência policial” e que uma ação policial com abuso de força pode caracterizar crime de tortura. Porém, apenas um inquérito policial poderá indicar os possíveis tipos penais cometidos pelos agentes.

Hoje, a Polícia Federal abriu uma investigação para apurar as circunstâncias da morte da vítima . Segundo a entidade, "diligências acerca do caso já foram iniciadas, e a PF trabalha para esclarecer o ocorrido o mais breve possível".

Sobrinho: 'Foi uma sessão de tortura’

Genivaldo teria sofrido uma “sessão de tortura” feita pelos agentes, segundo o sobrinho da vítima , Alisson de Jesus. Antes de ser colocado na viatura, a vítima ainda foi agredida com empurrões e chutes na cabeça.

Alisson afirma, ainda, que a família enfrentou dificuldades para obter informações sobre o quadro de saúde dele, tendo sido impedida de entrar no Hospital para onde ele havia sido levado após a abordagem.

"Foi dada a ordem de parada, ele parou, botou a moto no tripé e atendeu todos os comandos que o policial deu. O policial disse para ele levantar a camisa, ele levantou, e falou para o policial que estava com remédios e receita no bolso, indicando que tinha problemas mentais", contou, ao portal FanF1, da Rádio Fan FM.

— Com informações de Agência O Globo

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários