Durval Teófilo Filho, vítima do sargento da Marinha
Reprodução/ Facebook
Durval Teófilo Filho, vítima do sargento da Marinha

Neste sábado (5), a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) encerrou o inquérito que investiga a morte de Durval Teófilo Filho, de 38 anos . A vítima foi assassinada pelo vizinho na porta de casa, enquanto pegava as chaves dentro da mochila para abrir o portão.

sargento da Marinha Aurélio Alves Bezerra alegou ter confundido o morador com um ladrão quando parava com o carro na porta do condomínio.

Inicialmente, o militar havia sido indiciado por homicídio culposo — quando não há a intenção de matar —, no entanto, a tipificação foi mudada para homicídio doloso, após audiência de custódia, na tarde dessa sexta-feira (4). A delegacia, então, finalizou o inquérito e encaminhou à Justiça.

A pena para o crime pode variar entre seis a 20 anos de reclusão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários