Funcionários são suspeitos de ocultar cadáver
Divulgação / Polícia Civil
Funcionários são suspeitos de ocultar cadáver

Uma mulher e dois homens foram presos acusados de ocultação de cadáver , em São João Del Rei (MG). De acordo com a Polícia Civil, dois dos envolvidos são funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município e já haviam sido detidos.

Segundo a corporação, o caso começou a ser investigado após a mulher, de 40 anos, denunciar um suposto abuso sexual. Entre as investigações, porém, os agentes descobriram que a denúncia era falsa e que o ex-namorado dela havia desaparecido. 

Em seguida, os policiais encontraram indícios de que a mulher teria matado a vítima de estrangulamento após dopá-la em sua residência com a ajuda de um dos homens presos.

O terceiro envolvido ajudou a dupla a esconder o cadáver, que, posteriormente, foi encontrado no quintal da casa de um deles. 

Conforme a delegada responsável pelo caso, Ariadya Tavares, assim que os agentes acharam o corpo, foi possível prender os três indivíduos pelo crime de ocultação de cadáver.

Os policiais continuam investigando o caso para identificar mais detalhes e outras possíveis participações. Os detidos foram encaminhados ao sistema prisional e estão à disposição da Justiça.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários