Investigação se iniciou após denúncia anônima sobre grupo no WhatsApp
iStock
Investigação se iniciou após denúncia anônima sobre grupo no WhatsApp

A Polícia Federal cumpre hoje (4) dois mandados de busca e apreensão dentro da segunda fase da operação Meia Noite, que investiga distribuição, através de aplicativos, de arquivos com cenas contendo abuso sexual de crianças e adolescentes. O material é compartilhado por grupos de WhatsApp.

Os mandados, expedidos pela Vara Estadual Criminal de Resende, no Rio de Janeiro, estão sendo cumpridos no município de Baixo Guandu, no Espírito Santo. Um homem, de 20 anos, foi preso em flagrante. A  PF também recolheu um computador, um celular e dois pen drives.

A ação é um desdobramento da operação Meia Noite, deflagrada em outubro do ano passado, quando policiais prenderam em flagrante, em Resende, um homem que possuía arquivos com cenas de exploração sexual infantil.

Todo material apreendido será encaminhado à Delegacia da Polícia Federal em Angra dos Reis/RJ, que vai prosseguir com a investigação.

Leia Também

Leia Também

Relembre a operação Meia Noite

Em outubro de 2020, a PF iniciou uma operação para apurar a produção, distribuição e transmissão de vídeos ou outros registros que contenham cenas sexuais explícitas envolvendo crianças e adolescentes no Espírito Santo.

Foi uma denúncia anônima recebida pela Polícia Federal do estado que motivou a investigação. Ela relatavs que um grupo no WhatsApp era o canal de compartilhamento de materiais com cenas de abuso sexual de crianças e adolescentes.


Um homem na posse de arquivos contendo cenas de exploração sexual infantil foi preso em flagrante em Resende. Também foram apreendidos celulares e computadores que, após perícia, contribuíram para as investigações.

Drop here!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários