Andreia de Jesus (PSOL)
Reprodução
Andreia de Jesus (PSOL)

Após demonstrar solidariedade com moradores e pessoas afetadas com a operação policial em Varginha (MG), no último domingo (31), a deputada Andreia de Jesus afirmou ter recebido ameças.  A ação deixou 26 suspeitos mortos.

"Uma operação policial exitosa é uma operação que não deixa óbitos para trás. Infelizmente, no Brasil, a juventude negra ainda continua tendo pena de morte como a única alternativa. Um crime contra patrimônio não justifica a retirada de vida, seja de quem quer que seja", afirmou a deputada sobre a operação .

Após pedir a investigação da ação policial, a parlamentar divulgou em suas redes sociais trechos das ameaças que está recebendo. "Vai tomar no seu c* sua p*. Vamo lhe matar. Seu fim vai ser igual da Marielle", diz mensagem fazendo referência à vereadora assassinada em 2018.

Confira a publicação:

Segundo Andreia, a Polícia Legislativa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais acionou a Polícia Civil, que fez um Boletim de Ocorrência. Também foi recomendado que a parlamentar utilize escolta policial. A deputada afirmou que irá encaminhar as mensagens à delegacia de crimes virtuais.

Leia Também





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários