Favela do Cantagalo está situada entre os bairros de Copacabana (foto) e Ipanema
Custódio Coimbra/ Agência O Globo
Favela do Cantagalo está situada entre os bairros de Copacabana (foto) e Ipanema

Um levantamento feito a partir de imagens de satélites captadas pelo projeto MapBiomas aponta que o Brasil mais que dobrou a sua área ocupada por favelas em centros urbanos nos últimos 35 anos.

Segundo o estudo, em 1985 o país acumulava 897 km² de favelas em centros urbanizados. Em 2020, o número saltou para 1.843 km² (número que equivale a 8,5 vezes o território do Recife).

Isso significa uma alta de 105%, maior do que o crescimento registrado de urbanização geral, que ficou em 95%. O estudo também aponta que a Amazônia lidera o crescimento de ocupações de favelas em seu território - 8,2% do crescimento urbano nessa região foi em áreas informais. 45% da área urbanizada do estado do Amazonas são de área informais.

Uma estimativa feita pelo IBGE em 2019 apontou que 5,1 milhões de domícilios era ocupados no Brasil em mais de 13 mil aglomerados subnormais no país, espalhados em 734 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal. 35% deste número estavam a mais de 2 quilômetors de um serviço de saúde.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários