PF afirma que PCC planejava ampliar sua 'rede hospitalar' em Recife
Reprodução/Flickr
PF afirma que PCC planejava ampliar sua 'rede hospitalar' em Recife

Foragido da Justiça e proprietário de 38 clinicas médicas e odontológicas em São Paulo, Anderson Lacerda Pereira - narcotraficante de 41 anos de idade, mais conhecido como 'Gordão' - planejou ampliar a 'rede hospitalar' do  Primeiro Comando da Capital (PCC) em Recife. As informações são do jornalista Josmar Jozino.

De acordo com a Polícia Federal, os consultórios abertos em Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife, foram financiados com capital do tráfico de drogas e usados para comprar insumos para refinar cocaína.

O enteado de 'gordão', Renato da Silva Bustamante de Sá Júnior, de 29 anos, foi preso pelos agentes federais por administrar os negócios do padrasto em Recife. Sua apreensão ocorreu em um apartamento de luxo e, com ele, foram encontrados R$ 100 mil em dinheiro.

A suspeita da Polícia Federal,porém, é de que Anderson esteja escondido na Bolívia. Em celulares apreendidos pela Polícia Civil, é possível identificar o foragido em território boliviano através de fotos.


A PC investiga, ainda, um possível envolvimento do criminoso com a política de Arujá. Na cidade, 'gordão' teria vendido livitações em contratos na área da saúde, educação e limpeza urbana. A estimativa é de que o patrimônio do narcotraficante seja de R$ 130 milhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários