Reféns foram usados como 'escudo humano'
reprodução / Twitter
Reféns foram usados como 'escudo humano'

Um dos mortos durante o ataque a agências bancárias na madrugada desta segunda-feira (30) em Araçatuba, no interior de São Paulo, teria sido flagrado filmando a ação.

"Temos uma pessoa que me parece que foi deixar a esposa no local de trabalho e retornou ao centro onde se concentrou a ação dos criminosos para filmar toda a ação. Me parece, são informações preliminares, que os bandidos identificando que ele estava filmando acabaram por matá-lo", disse o capitão da Polícia Militar, Alexandre Guedes, em entrevista à Globonews .

Além desse homem, outras duas pessoas também foram mortas na ação . Uma mulher e outro homem teriam morrido durante confronto com a polícia em Taveira, área rural da cidade por onde os bandidos fugiram.

A Santa Casa de Araçatuba recebeu quatro pessoas feridas e uma delas teve os pés amputados depois de mexer em explosivos deixados pelos criminosos na cidade .

De acordo com as investigações, os bandidos abordaram pedestres nesta madrugada e os fizeram de reféns. Alguns deles foram usados até mesmo como 'escudo humano', como mostram as imagens compartilhadas nas redes sociais .

Os criminosos também teriam deixado  explosivos espalhados pela cidade e, segundo o tenente-coronel Valmor Racorti, comandante do Batalhão de Operações Especiais, que compreende o GATE e o COE, eles podem ser acionados de forma remota .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários