Mulher foi presa por meio da 26ª DP (Samambaia Norte)
Divulgação/PCDF
Mulher foi presa por meio da 26ª DP (Samambaia Norte)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta quinta-feira (27), uma mulher suspeita de dopar, matar e esquartejar um vizinho na quarta-feira (19) da semana passada . A vítima teria sido morta por um facão após um desentendimento doméstico. O corpo do homem foi desmembrado, carbonizado e jogado em um poço no Parque Gatumé .

De acordo com as investigações, a mulher presa foi a responsável por dopar a vítima com tranquilizante, depois colocou música alta na residência para os vizinhos não ouvirem a execução do crime e passou a desferir golpes de facão contra o homem, até provocar sua morte. Com a ajuda do marido, a suspeita enrolou o cadáver da vítima em um cobertor, colocou-o em um carrinho e carbonizou parte dele.

Câmeras de segurança, no entanto, flagraram a dupla carregando o corpo em um carrinho de mão e levando até o local de ocultação do cadáver, na região de Samambaia. Depois, os suspeitos retornam com o carrinho vazio e vão a um hotel da cidade, para "comemorar a morte", segundo o delegado adjunto da unidade policial, Rodrigo Carbone.

Veja as imagens:

Você viu?



O primeiro suspeito do crime foi preso na madrugada da última sexta-feira (21). O autor do crime foi indiciado por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e fraude processual; e sua comparsa, por fraude processual e ocultação de cadáver.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários