Criança chegou ao hospital sem duas unhas e com ferimentos pelo corpo
Divulgação/Conselho Tutelar
Criança chegou ao hospital sem duas unhas e com ferimentos pelo corpo

Uma menina de dois anos chegou a um hospital de Goiânia (GO) no dia 10 de maio sem duas unhas e com ferimentos pelo corpo, inclusive no intestino. Ela recebeu alta no último domingo, 16, após passar sete dias internada e retirar 40% do intestino, pela gravidade dos ferimentos. A polícia investiga o caso por maus-tratos.

O Conselho Tutelar da cidade acompanha o caso e informou que a mãe e o padrasto da criança dizem que os ferimentos foram causados por uma queda de bicicleta. Entretanto, os médicos que atenderam a criança constataram as lesões haviam sido provocadas há mais de uma semana e não por queda de bicicleta naquele dia.

Menina chegou ao hospital sem unhas do pé
Reprodução/TV Anhanguera
Menina chegou ao hospital sem unhas do pé

“Pelo que eu vi com os meus próprios olhos, os ferimentos que ela tinha no corpo foram causados por alguém. Ela estava sofrendo maus-tratos, isso eu tenho certeza. Só não posso afirmar quem causou, porque aí já é trabalho da polícia”, disse o conselheiro Carlin Júnior, ao G1.

A menina precisou passar por uma cirurgia para retirar 40% do intestino, por causa da gravidade dos ferimentos. Segundo o conselheiro, os médicos disseram que se o atendimento de saúde tivesse demorado mais, a menina poderia não ter resistido e morrido. “Além do intestino estar necrosado, ela tinha coágulos pelo corpo, segundo o relatório médico. Então, se demorasse mais um pouquinho, ela poderia não aguentar”, disse.

Lesões no corpo da criança
Reprodução/TV Anhanguera
Lesões no corpo da criança

Em nota, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), informou que o caso está sendo investigado e que as diligências estão em andamento. Nem a mãe e nem o padrasto foram presos até o momento. A menina foi retirada da mãe e o inquérito policial deve ser concluído nos próximos dias.

- Com informações do G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários