Ataque matou 3 crianças e 2 funcionárias da Centro de Educação Infantil (CEI) Pró-Infância Aquarela, em Saudades (SC)
Fernanda Moro/NSC TV
Ataque matou 3 crianças e 2 funcionárias da Centro de Educação Infantil (CEI) Pró-Infância Aquarela, em Saudades (SC)

Fabiano Kiper Mai, 18, suspeito do ataque a creche em Saudades,  no Oeste Catarinense, foi  ouvido pela primeira vez pela polícia na última segunda-feira, 10. O suspeito falou por uma hora e continua internado no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó. As informações são do G1.

O delegado responsável, Jerônimo Marçal, e o delegado regional, Ricardo Casagrande, conduziram o depoimento, que foi ouvido no hospital onde o Fabiano está internado.

O suspeito ainda deve ser ouvido mais uma vez pelos policiais, depois de receber alta. Apesar do quadro de saúde dele ser estável, a unidade de saúde afirma que ainda não há previsão para a saída dele. Ele passou por cirurgias, deixou a UTI e está na enfermaria cirúrgica . Após o ataque, que matou três crianças e duas funcionárias do Centro de Educação Infantil (CEI) Pró-Infância Aquarela, em Saudades (SC), o homem deu vários golpes de facas no próprio corpo e foi socorrido em estado grave.

A polícia civil não divulgou detalhes sobre a conversa para não atrapalhar as investigações. Os delegados informaram que uma coletiva de imprensa será realizada nesta semana para divulgação do que já foi descoberto, até o momento, nas investigações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários