A vítima de cinco anos faria parte do círculo familiar do pastor.
Pixabay/Creative Commons
A vítima de cinco anos faria parte do círculo familiar do pastor, conforme disse a delegada Lívia Pini

Nesta sexta-feira (8), um pastor evangélico de 64 anos foi preso preventivamente indiciado pelo estupro de uma criança de cinco anos, em Londrina, no Paraná. As informações foram dadas pelo UOL .

O homem, que não teve o nome divulgado, permaneceu em silêncio durante o depoimento prestado à polícia e foi encaminhado ao Departamento Penitenciário. A vítima seria do círculo familiar do pastor.

De acordo com Lívia Pini, delegada do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente de Londrina (Nucria), a denúncia foi realizada pela mãe da criança e um depoimento dado pela própria vítima foi utilizado como prova.

Também foram acrescentados outros relatos ao pedido de prisão preventiva. "Uma vizinha deste homem ficou sabendo da denúncia e quis confirmá-la, pois havia passado por episódio parecido de violência sexual . Como este crime aconteceu há mais de 30 anos, ele está prescrito, mas ela é uma testemunha relevante, pois corrobora a veracidade do depoimento da criança", explicou a delegada.

O pedido de prisão foi feito por causa da possibilidade da existência de múltiplas vítimas. "Há a suspeita de uma terceira vítima, que teria passado por um episódio abusivo. Estas diligências serão realizadas nos próximos dias", disse Lívia Pini.

A Polícia tem 10 dias para finalizar o inquérito e encaminhar ao Ministério Público. Conforme o Código Penal, a pena pelo crime varia de 8 a 12 anos de reclusão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários