arma, roupas e bebidas
Divulgação/Polícia Militar
Arma, roupas e outros objetos apreendidos pela PM.

Na noite da última terça-feira (22), um jovem de 19 anos foi  baleado enquanto trabalhava como caixa de um supermercado no bairro Tupi, em Belo Horizonte, e morreu . O crime aconteceu por volta das 20h20. 

A Polícia Militar informou que os suspeitos fingiram que eram clientes e anunciaram o assalto ao chegarem no caixa. De acordo com as autoridades, a vítima não conseguiu abrir a gaveta em que estava o dinheiro e acabou levando os tiros. Tudo foi registrado por câmeras de segurança.

Quando a PM chegou ao supermercado, encontrou o rapaz atingido por um tiro no tórax e ainda com sinais vitais. Ele foi levado ao Hospital Risoleta Neves e conduzido ao bloco cirúrgico, mas acabou morrendo.

Segundo informações do UOL , dois suspeitos cometeram o crime, um adolescente de 17 anos e outro rapaz de 18. Os dois fugiram com dinheiro roubado. A polícia também descobriu que havia um terceiro envolvido, um homem de 29 anos. Ele teria, supostamente, fornecido a arma para o menor em troca de três motos roubadas. 

Ainda de acordo com os agentes, o adolescente tinha a intenção de roubar uma moto de um dos funcionários do estabelecimento, mas por conta do roubo seguido de morte, o plano foi abortado.

Os suspeitos foram encontrados na casa do homem de 29 anos e confessaram o crime. No entanto, o rapaz de 18 anos, suspeito de ter disparado contra a vítima, negou que tivesse atirado. Por ter um menor de idade envolvido, a ocorrência foi registrada na Divisão Especializada em Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad). A arma, roupas e outros objetos foram apreendidos pela PM.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários