Vereador foi baleado em tentativa de assalto, mas reagiu e matou o infrator
Reprodução
Vereador foi baleado em tentativa de assalto, mas reagiu e matou o infrator

O vereador Francisco Samuel Lima Silveira (PSDB) , 37, foi baleado após reagir a um roubo à mão armada, na noite de ontem, em Teresina. Mesmo ferido, o político reagiu e atirou no assaltante, que acabou morrendo metros depois do local da abordagem (Veja o vídeo abaixo).

Francisco Samuel Silveira é também delegado de polícia, e estava deixando os filhos na casa da ex-mulher, quando houve a tentativa de assalto. Ele passou por cirurgia em um hospital particular e não corre risco de morrer. Seus filhos também estavam dentro do carro, e passam bem.

Imagens de câmera de uma casa que fica na mesma rua registraram a ação, que durou cerca de um minuto. De acordo com o vídeo, o carro do vereador tinha acabado de parar quando uma moto estaciona atrás do veículo. O assaltante e aborda o vereador, que fecha a porta traseira para proteger os filhos. Depois, as câmeras filmam o homem correndo e atirando, contra Silveira, enquanto o vereador também atira.

As câmeras não filmaram quando Silveira foi baleado, pois o local que ele estava com o assaltante era oposto às câmeras. Ele foi atingido por um tiro no abdômen e foi socorrido no próprio carro, que foi conduzido pela ex-mulher.

Segundo sua assessoria, Francisco segue internado em leito de UTI do hospital São Paulo, em recuperação da cirurgia para reconstrução das áreas afetadas pelo tiro. O projétil atingiu parte do intestino delgado e do ureter. "Ele está estável, sendo acompanhado pela família. Samuel permanecerá em observação na UTI, procedimento padrão no pós-operatório", informou a nota.

"O suspeito tomou o telefone celular de Samuel [Silveira], e em seguida, eles entraram em luta corporal e houve troca de tiros. O assaltante morreu a poucos metros do local", disse o delegado Júlio Castro, da Core (Coordenação de Recursos Especiais da Polícia Civil), que esteve no local fazendo os primeiros levantamentos do caso.

A motocicleta e a arma usada pelo homem, cujo nome não foi divulgado, foram apreendidas. A polícia identificou também o dono da motocicleta, que foi intimado para explicar o empréstimo do veículo ao criminoso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários