Marcola já foi condenado a mais de 330 anos de prisão.
Reprodução/Youtube
Marcola já foi condenado a mais de 330 anos de prisão.

Nesta quarta-feira (16), a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão em endereços ligados à família de Marco Willians Herbas Camacho, conhecido como Marcola . A investigação é sobre o patrimônio de parentes do homem, que é apontado como chefe do PCC (Primeiro Comando da Capital).

O Ministério Público Estadual (MPE) informou que o objetivo é apurar possíveis crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens e valores praticados por Marcola com a ajuda de familiares.

Entre os alvos da operação , está Cynthia Giglioli da Silva, esposa de Marcola, além do pai e da mãe dela.

A suspeita é de que a família de Cynthia tenha comprado uma casa de luxo na Granja Viana por R$ 1,1 milhão em 2018. Em 2015, porém, o imóvel com edificação inacabada havia sido negociado por R$ 3 milhões.

O MPE e a Polícia Civil afirmam que “há indícios de dissimulação e ocultação de valores de movimentações de no mínimo R$ 1,9 milhão entre os envolvidos e também ocultação da verdadeira propriedade do imóvel".

Na operação de hoje, em São Paulo, ocorreu uma busca no salão de beleza de Cynthia, no bairro Casa Verde, e na casa dela, em Alphaville. Na residência, foram apreendidos documentos, carros de luxo, uma moto importada, cartas e uma quantia de R$ 4 mil em dinheiro.

*Com informações do UOL e do G1

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários