bilhete
Reprodução / G1 Santos
Por meio do bilhete a criança de 11 anos contou que era alvo de estupros

Um homem foi preso em flagrante em Praia Grande, no litoral de São Paulo, após uma criança escrever um bilhete para a mãe relatando que o padrasto "mexia" com ela. O suspeito de 36 anos foi detido por estupro de vulnerável nesta terça-feira (14).

"Mãe, o [padrasto] mexe comigo", disse a menina por meio de um bilhete como forma de aviso para a mãe, que já desconfiava da mudança de comportamento da criança. Após receber o recado, a mulher se escondeu em casa e flagrou o padrasto no quarto junto com a filha.

O flagrante e a prisão do suspeito ocorreram nesta quarta-feira (15), no bairro Jardim Trevo. O homem tentou negar o crime.

De acordo com o delegado assistente da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Praia Grande, Alex Mendonça do Nascimento, a mãe da criança disse que há alguns meses reparou que a menina estava com um comportamento diferente.

Para tentar o flagrante, a mulher contou ao marido que iria trabalhar, mas se escondeu em casa . Ela relatou que permaneceu escondida e, momentos depois, o padrasto colocou a criança à força em um dos quartos da casa.

A mulher saiu do esconderijo e viu o marido de cueca ao lado da menina , em uma ação que parecia ser uma tentativa de estupro. Ela chamou a polícia, que foi até a casa e o prenderam em flagrante.

No depoimento, a mãe contou que a criança pedia constantemente para trabalhar com ela, como forma de evitar ficar em casa com o padrasto .

O Instituto Médico Legal (IML) constatou que a menina tem lesões de abusos sexuais que aconteceram anteriormente. "Quer dizer que a situação vem ocorrendo há algum tempo", disse o delegado ao G1 Santos e Região. O caso foi registrado como estupro de vulnerável, com prisão preventiva do suspeito. O caso vai ser investigado pela polícia. 

    Veja Também

      Mostrar mais