Bairro Planato, em Belo Horizonte.
Reprodução/Luciana Rocha
Bairro Planalto, em Belo Horizonte.

Na manhã desta quarta-feira (15), Elisângela Vesperman de Souza, 30, foi encontrada morta na geladeira do seu próprio apartamento, localizado no bairro Planalto, em Belo Horizonte.

De acordo com o portal O Tempo , o marido de Elisângela não conseguia entrar em contato com a mesma há mais de uma semana. Segundo a PM, o homem é caseiro em um sítio de São José da Lapa e, por isso, costuma se ausentar por vários dias. Ao chegar em casa, ele encontrou o corpo da mulher na geladeira e acionou a polícia.

O portal R7 informou que a geladeira estava lacrada com fita adesiva e virada para a parede. Investigadores da Polícia Civil apontam para a presença de sinais de luta corporal, uma vez que há marcas no rosto e no pescoço da mulher.

Um vizinho, que pediu anonimato, revelou que foi trabalhar às cinco horas da manhã e não notou nenhuma anormalidade. Sobre a vítima, ele disse que Elisângela era uma pessoa reservada. “Ela morou no prédio por muitos anos, foi casada e estava separada”.

A corporação informou que a vítima estava de vestido, porém sem roupas íntimas. No momento, a polícia trabalha com a hipótese de estupro e já possui um suspeito, cuja identificação não foi divulgada. A ocorrência está sob responsabilidade do 13º Batalhão.


    Veja Também

      Mostrar mais