PM se envolve em tiroteio na Maré
Reprodução/Facebook Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro)
PM se envolve em tiroteio na Maré


Um tiroteio entre policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e traficantes do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira, deixou um suspeito que estava com uma pistola ferido. O trânsito na Avenida Brasil teve que ser interrompido por alguns intantes por causa do confronto. Uma granada chegou a ser lançada na direção dos agentes.

Leia também: 

PM faz operação no Complexo do Salgueiro para impedir festa de traficante

Você viu?

Caso João Pedro: casa na qual garoto foi morto não foi alvo de ordem judicial

População preta e parda tem 37,5% mais chance de óbito em São Paulo, diz Covas

Em virtude da intensa movimentação policial, algumas pessoas acharam que acontecia uma operação policial na Maré - as ações só podem acontecer com autorização do Ministério Público , por causa da pandemia do coronavírus. O porta-voz da PM, coronel Mauro Fliess, informou que a movimentação das equipes na comunidade foi emergencial.

" Não era uma operação . O que tínhamos ali era uma tropa em deslocamento para uma missão em Angra dos Reis (na Costa Verde). Estavam até pela pista central (da Avenida Brasil) quando vieram tiros do Parque União. A tropa precisou parar para fazer cessar aquela agressão ali, inclusive para preservar as vidas das pessoas que passavam pela Avenida Brasil. Houve uma breve interrupção da via e a tropa ingressou na comunidade para fazer cessar aqueles tiros. Senão, muita gente inocente seria ferida com tiros vindo de dentro da comunidade", disse ele.

Por volta das 8h30, o Centro de Operações Rio (COR) deu um alerta para que a região fosse evitada. Segundo o órgão, as interdições na Avenida Brasil foram feitas pela própria PM.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários