papel com informações de síndico sobre tiroteio
FACEBOOK / REPRODUÇÃO
Imagem do aviso do síndico foi divulgada nas redes sociais

Uma notificação dada pelo síndico de um prédio na rua Iperoig, no bairro de Perdizes, Zona Oeste de São Paulo, alertou a condôminos sobre um possível atirador que disparou contra um dos apartamentos durante um panelaço realizado contra o presidente Jair Bolsonaro no último dia 31 de março.

No recado, divulgado nas redes sociais, o representante do edifício, identificado como Paulo Lima, narra que um projétil quebrou um vidro e danificou o teto de um dos apartamentos do fundo do prédio.

Leia também: Homem é assassinado após se recusar a abrir bar no Pará

Segundo o documento, a "projeção balística parece apontar como origem do disparo andares baixos" de um condomínio vizinho. O síndico desse local já teria sido avisado sobre o ocorrido e a polícia foi acionada para investigar o caso, localizando cinco projéteis dentro da residência atingida.

Leia também: Com amante no porta-malas, mulher é detida por violar quarentena na Argentina

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que não há tiroterios registrados na região e que o 23º DP investiga duas ocorrências de arma de pressão que atingiram dois edifícios em momentos diferentes: um no dia 25 de março e outro no dia primeiro de abril, respectivamente na Rua Wanderley e na Rua Iperoig.

“Foram solicitados exames periciais, que estão em elaboração, para determinar a origem e trajetória dos disparos”, afirma documento.


    Veja Também

      Mostrar mais