Miliciano estava com balaclavas e roupas camufladas
Divulgação / Polícia Civil
Miliciano estava com balaclavas e roupas camufladas

Policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) prenderam, nesta quarta-feira (19), o miliciano Roger Amaral Gonçalves . Ele foi baleado ao entrar em confronto com os agentes, quando estava em um ponto de observação do grupo paramilitar em uma colina às margens da Antiga Estrada Rio–São Paulo (BR-465) , em Campo Grande , na Zona Oeste do Rio .

Leia mais: Marido apanha de cabo de vassoura após mulher descobrir conversas com outras

De acordo com delegado Gabriel Ferrando , titular da Draco, Roger foi levado ao Hospital Municipal Pedro II , em Santa Cruz , onde está em estado grave, custodiado. Ele estava com dois revólveres, balaclavas, roupas camufladas, além de radiotransmissores.

Leia também: Idoso é preso por estuprar diversas vezes e engravidar neta aos 12 anos

"A ação desmobilizou um importante ponto de observação e monitoramento da milícia", Ferrando destaca. Roger faz parte do grupo chefiado por Danilo Dias Lima, o Tandera . O bando de Tandera é um braço da milicia de Wellington da Silva Braga , o Ecko , que domina grande parte da Zona Oeste da capital e tem grandes ramificações na Baixada Fluminense .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários