estupro idoso neta
Divulgação
Idoso alegou que nos momentos do estupro estava incorporado por entidades.

Um idoso foi preso e condenado a 11 anos de detenção em regime fechado por abusar sexualmente e engravidar a própria neta aos 12 anos. O crime aconteceu no município de Borba, localizado a 151 quilômetros de Manaus.

Leia mais: Aluno da UFPB é encontrado morto após denunciar seguranças da instituição

A vítima hoje tem 22 anos e os estupros geraram uma gestação quando a jovem era uma criança de 12 anos. O suspeito foi detido em via pública, no centro do município. 

Um teste de DNA constatou que o suspeito era de fato o pai do filho da vítima, de acordo com a escrivã Carla Vieira, da 74ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP). No ano em que a jovem engravidou, o idoso se tornou foragido da justiça. 

O idoso alegou na delegacia que nos momentos do estupro estava incorporado por entidades. A ordem judicial expedida contra ele foi emitida pelo juiz Leonardo Mattedi, da Comarca de Borba, segundo o G1 Amazonas. 

Leia também: Diretora é morta a facadas em escola estadual de Florianópolis

O acusado permanece na carceragem da unidade policial, local onde deve cumprir a pena após os procedimentos cabíveis. 

    Veja Também

      Mostrar mais