O suspeito de homicídio de dois policiais militares e tentativa de assassinato de um policial civil foi preso, na manhã desta sexta-feira (7), na comunidade Final Feliz, no Complexo do Chapadão, Zona Norte do Rio. A prisão aconteceu durante uma ação conjunta da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) com o Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Leia também: Esposa amarrou o turista lituano morto em Paraty a mando dos bandidos

Suspeito de matar Pms
Reprodução
Suspeito de matar PMs


Celso dos Santos Moura Junior, 25 anos, está envolvido ainda na prática de vários roubos ocorridos na Zona Norte. De acordo com a especializada, ele é investigado por participação na morte do policial militar Benone Nunes de Sá, ocorrida nesta quinta-feira, e do também PM Tarsis Mota Faria, em setembro do ano passado.

Contra ele havia dois mandados de prisão pendente pelo crime de roubo. Celso foi conduzido para a especializada onde é ouvido pelos investigadores. O sargento do Batalhão de Choque (BPChq) da PM morreu após ser baleado, na manhã desta quinta-feira, em um arrastão no bairro Anchieta, Zona Norte do Rio . O caso aconteceu próximo à localidade Praça do Granito, na Avenida Cipriano Barata. Benone Nunes de Sá, 42 anos, foi atingido no braço direito e no rosto.


Segundo a PM, ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, na Zona Norte, por volta de 11h, mas já deu entrada sem vida na unidade. A carteira e a arma do PM foram levadas pelos criminosos .

Leia também: Crime no ABC: veja diferentes versões dadas por suspeitas do triplo assassinato
O sargento Benone estava na corporação há 20 anos e deixa a esposa. Até o momento, não há confirmação de horário e local do sepultamento. A Delegacia de Homicídios investiga o caso. Os agentes fizeram uma perícia no local e buscam imagens de câmeras de segurança da região que possam ajudar a identificar os suspeitos do crime.

    Veja Também

      Mostrar mais