Fachada do supermercado Extra Morumbi durante a noite
Reprodução/TV Globo
Caso de tortura teria ocorrido em unidade do Supermercado Extra no bairro do Morumbi

Cinco pessoas se tornaram rés pela tortura de um homem que teria roubado carnes no supermercado Extra do Morumbi, na zona sul de São Paulo. O caso aconteceu em março de 2018, mas ganhou notoriedade este ano quando um  vídeo do crime repercutiu nas redes sociais.

Leia também: Jovem acusa militares do Exército de tortura: "Espancado com taco de beisebol"

O Ministério Público denunciou seis pessoas pelo caso, sendo quatro funcionários do supermercado e dois da empresa de segurança terceirizada. Um dos acusados, porém, morreu no hospital após passar mal no presídio em que aguardava o julgamento.

O vídeo que foi noticiado em setembro mostra um homem apanhando com algo que se parece um cabo de vassoura e levando choques. Nas imagens ele está com as calças abaixadas e as mãos amarradas. O vídeo foi gravado pelos próprios agressores. Segundo a vítima, a tortura teria acontecido após ele ter sido pego roubando 1kg de carne. 

Leia também: Homem é suspeito de matar filho 27 anos após matar a própria mãe

Os homens que respondem pelo crime de tortura passarão por audiência no dia 20 de janeiro, segundo informações do G1 . Se condenados, eles podem pegar até 10 anos de prisão . A vítima não vai responder pelo furto da carne, que na ocasião foi recuperada pelos seguranças do supermercado .

    Veja Também

      Mostrar mais