Tamanho do texto

Caso ocorreu na cidade de Goiânia, em Goiás. Homem já tinha sido preso por estuprar irmão da menina, enteado dele, mas cumpria parte da pena de 14 anos em regime semiaberto após passar cinco anos em regime fechado

homem de costas arrow-options
Polícia Civil de Goiás
Homem foi preso em flagrante dentro de complexo prisional no qual trabalhava

Um homem de identidade não revelada foi preso na cidade de Goiânia, em Goiás, após estuprar a própria filha, de 11 anos, dentro de casa. O suspeito já cumpria regime semiaberto por ter estuprado o irmão da garota, enteado dele, no ano de 2013. Na época, a outra vítima também tinha 11 anos.

"Ela estava no banheiro, tomando banho, quando o pai invadiu o ambiente e obrigou ela à prática de conjunção carnal . Depois disso ele ainda levou ela ao quarto e continuou com a prática da violência sexual", afirmou a delegada, Ana Elisa Gomes, em entrevista à TV Anhanguera.

Leia também: Homem estupra estudante que saía do Enem e é preso após esquecer CNH no local

Segundo a delegada, a menina saiu de casa escondida após o abuso e pegou um ônibus para a igreja na qual a mãe estava com os irmãos dela. Ela contou sobre o crime e a mulher esperou o dia amanhecer para ir à delegacia e fazer a denúncia.

O homem, que cumpria 14 anos de prisão, passou cinco em regime fechado e progrediu ao semiaberto, trabalhando no complexo prisional e dormindo em casa. Ele foi preso em flagrante por estupro de vulnerável dentro do complexo prisional e chegou a tentar fugir após perceber a ação dos policiais.

Leia também: Menina de 10 anos fica grávida do irmão de 15 após estupro

A menina recebeu atendimento médico e passou por acompanhamento psicológico na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Goiânia. No ano de 2013, quando o pai dela foi preso pela primeira vez, ela foi uma das testemunhas do abuso sexual sofrido pelo irmão.