Tamanho do texto

Talíria Petrone era colega de Marielle e recebia ligações de pessoas que queriam "explodir" o partido e que diziam que vereadoras "falavam demais"

Talíria falando ao microfone em comissão da Câmara arrow-options
Ricardo Albertini/Câmara dos Deputados
Talíria era amiga de Marielle na Assembleia do Rio de Janeiro e hoje é deputada federal

A ex-vereadora Talíria Petrone (PSOL-RJ), amiga de Marielle Franco na Assembleia Legislativo do Rio de Janeiro (Alerj), recebeu ameaças quatro meses antes da morte da colega e do motorista Anderson Gomes , diz reportagem do portal UOL . A informação consta em um inquérito da polícia.

As ameaças aconteceram em novembro de 2017 e mensagens trocadas pelo WhatsApp entre Talíria e Marielle mostram que ela pediu ajuda à amiga. "Ligaram aqui na sede do PSOL me ameaçando, acredita? E falando que iam explodir o PSOL", escreveu Talíria. Na ocasião, Marielle sugeriu que elas fizessem uma denúncia.

Leia também: Caso Marielle: oposição no Congresso pede nova perícia em gravação da portaria

Logo nas primeiras horas após o assasinato de Marielle e Anderson, em 14 de março, agentes da Delegacia de Homicídios do Rio receberam a informação de que uma pessoa do gabinete de Talíria foi abordada em um ônibus. O homem teria dito que "Marielle Franco estava falando demais".

Segundo o inquéritos, no entanto, a testemunha não foi questionada pelos policiais a respeito da ameaça quando prestou depoimento, dois dias após o crime. Outro trecho do inquérito diz que a ameaça teria acontecido "quinze dias" antes do atentado, fato que também foi mencionado às autoridades por Fernanda Chaves, sobrevivente do crime.

Leia também: Porteiro que aparece em áudio de Carlos não é o mesmo que falou com 'seu Jair'

"Na Câmara Municipal de Niterói, as sessões eram bastante tensas, em especial quando os temas eram de segurança pública. Eu me lembro dessas conversas que tive com a Marielle. A gente compartilhava muito essas experiências, nossas angústias e nossa luta", disse Talíria ao UOL , que hoje é deputada federal.