Tamanho do texto

Cães da Polícia Militar indicaram a presença dos entorpecentes em um terreno e em barraco abandonado em comunidade da zona oeste

Os Policiais Militares do Canil da PM realizaram uma operação de combate ao tráfico de drogas nesta quinta-feira (28) na zona oeste da capital paulista. A ação na rua Odassy Mazalli, uma travessa da avenida Parada Pinto, foi rápida e certeira com a ajuda dos cães Dylan e Aruck.

Leia também: Policial feminina da Cavalaria da PM olha na cara de criminosos e eles tremem

Drogas apreendidas pelo Canil da PM na zona oeste da capital paulista
divulgação/canil da PM
Drogas apreendidas pelo Canil da PM na zona oeste da capital paulista

Uma equipe do Canil da PM fazia um patrulhamento pela região quando um suspeito ao avistar a viatura começou a fugir. "Essa região é conhecida pelo seu envolvimento com o tráfico de drogas. Nós sabemos que é uma região onde tem um certo nível de periculosidade e por isso acionamos outras viaturas", diz o Tenente Fioravante.

Diante do cenário, os Policiais montaram uma operação para fazer uma incursão na área. Nós entramos nessa rua e fomos passando os cães farejadores. Durante a varredura, as equipes realizaram a abordagem de um homem e constataram que ele era um foragido da Justiça que havia escapado de São José do Rio Preto. Ele foi detido e levado para o DP", continua o Tenente.

Leia também: ROCAM é a resposta rápida contra o crime nas ruas de São Paulo

Os PMs continuaram fazendo a varredura com os cães, até que Dylan e Aruck apontaram para presença de drogas em um terreno em construção e em uma casa abandonada.

"Os entorpecentes estavam dentro de uma bolsa escondida no terreno e misturados no lixo dentro desse barraco. Nós achamos 3,011 kg de maconha; 1,629 kg de cocaina; 994 gramas de crack; R$ 434,00 e material embalagem. Tudo foi apreendido e levado para o #8º Distrito Policial. O foragido capturado não tinha envolvimento com as drogas", finaliza o Tenente Fioravante. 

Quais são as raças o Canil da PM usa?

São seis raças: Pastor Alemão, Pastor Holandês, Pastor Belga Malinois, Rottweiler, Bloodhound e Labrador. As missões de cada raça são divididas de acordo com suas habilidades específicas, como: faro, resistência, inteligência, agressividade, etc...

Leia também: Se o problema é sério chame a Polícia Militar. Se é impossível chame o GATE

Viaturas do Canil da PM e de ROTA a caminho de operação em São Paulo
Major PM Luis Augusto Pacheco Ambar
Viaturas do Canil da PM e de ROTA a caminho de operação em São Paulo

Um Labrador, por exemplo, não é indicado para fazer policiamento ostensivo, porque geralmente não possui a agressividade necessária. Normalmente, o Labrador é usado para farejar entorpecentes e explosivos. Já o Pastor Belga Malinois é utilizado pelo Canil da PM para policiamento e também faro. O Bloodhound tem aptidão para busca de pessoas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.