cidade de pompeia
Reprodução
Após acreditarem que estavam amaldiçoados, turistas devolveram as peças furtadas em 2005

Uma canadense decidiu devolver um pacote de artefatos roubados às autoridades da Pompeia , depois de alegar que eles lhe trouxeram azar. Junto com os objetos, também chegaram duas cartas , em que os ladrões se desculpam e justificam o motivo da devolução. As informações são do portal IstoÉ.

Os agentes do  Parque Arqueológico de Pompeia , na Itália , se surpreenderam ao receber um pacote contendo diversos objetos furtados do local em 2005. A mulher, identificada como Nicole, escreveu em carta sobre os objetos que ela roubou. "Queria ter um pedaço da história que ninguém mais teria. Eu realmente não pensei ou percebi o que estava pegando", afirmou, segundo reportagem compartilhada no periódico italiano La Repubblica.

“Peguei um pedaço da história que se cristalizou no tempo e que contém muita energia negativa”, disse Nicole.

Na opinião da canadense, ter furtado os objetos do sítio arqueológico trouxe uma maré de azar para sua vida. De acordo com o portal, ela teve câncer de mama duas vezes e passou por diversos problemas financeiros.

“Somos boas pessoas e não quero passar essa maldição para minha família ou filhos”, escreveu Nicole. “Por isso, perdoem-me por esse gesto de anos atrás, aprendi minha lição e estou pedindo o perdão dos deuses. Eu só quero me livrar da maldição que caiu sobre mim e minha família”, desabafou.

História semelhante

Na segunda carta recebida pelas autoridades, havia um casal canadense contando uma história parecida. De acordo com a IstoÉ, o casal identificado como Alastain e Kimberly G. também furtou objetos do local em 2005 e revelou que se arrepende do ato.

“Nós os pegamos sem pensar na dor e no sofrimento que essas pobres almas experimentaram durante a erupção do Vesúvio e na terrível morte que tiveram”, escreveram. “Pedimos desculpas e, por favor, nos perdoe por fazer essa escolha terrível! Que as almas [vítimas dessa catástrofe] descansem em paz”.

Pompeia virou cinzas após a erupção catastrófica do Monte Vesúvio em 79 d.C. A tragédia provocou a morte de todos que viviam na cidade à época.

    Veja Também

      Mostrar mais