Grosbeak
Reprodução
Segundo cientistas, animal sofreu uma anomalia genética conhecida como ginandromorfismo

Um fato raro ocorreu durante pesquisa na reserva natural Powdermill no estado da Pensilvânia, nos EUA, na última semana. Cientistas identificaram um exemplar do raro pássaro Grosbeak que é "meio macho, meio fêmea", fenômeno que é conhecido como ginandromorfismo .

Segundo a publicação realizada no perfil oficial da reserva, o pássaro possui as colorações características de ambos os sexos em sua plumagem, com uma das asas nas cores preta e rosa, comuns aos machos, e a outra com tons de amarelo e marrom, próprios das fêmeas.

O espécime, identificado como  Pheucticus ludovicianus , é bastante raro e pode ter sofrido a mutação genética que faz com que o animal apresente características de cada um dos sexos em partes diferentes do corpo, diferentemente do que ocorre com o hermafroditismo, quando o espécime tem os tecidos reprodutivos de ambos os gêneros.

Ainda de acordo com a publicação, muitos pássaros podem apresentar este tipo de anomalia , assim como algumas espécies de caranguejos, lagostas e insetos. Além disso, os cientistas também ressaltaram que o espécime não tem qualquer problema de procriação.

"Como geralmente apenas o ovário esquerdo é funcional nas aves, e o lado esquerdo desta ave é o lado feminino, esta ave teoricamente poderia produzir filhotes se acasalar com sucesso com um macho. A capacidade de reprodução do pássaro também pode depender do fato de ele cantar como um macho, o que potencialmente atrairia as fêmeas e provocaria uma resposta territorial de outros machos", finaliza a publicação.

    Veja Também

      Mostrar mais