Selfie com cadáver tirada por policiais
Reprodução/Telegram
Selfie com cadáver tirada por policiais

Um investigador criminal e uma oficial da polícia de Moscou, na Rússia, foram demitidos após tirarem uma foto com um cadáver e compartilharem a imagem na rede social Telegram. O Ministério do Interior russo afirmou que eles "cometerem um ato que difama a honra do ministério".

Leia também: Desaparecida há 16 anos, jovem procura polícia e diz ter sido sequestrada

As fotos com o cadáver foram tiradas pelo chefe de investigação do distrito de Shchukino, Vyacheslav Gorneyev. Além dele e da policial novata, outros policiais perderam seus empregos por serem considerados envolvidos ao caso.

Polícia controverso

O policial Gorneyev é considerado polêmico pela comunidade local. Ele já foi acusado pelo político de oposição ao governo Dmitry Gudkov de implantar drogas em um caso que levou à prisão de uma jornalista em 2016.

Leia também: Tentativa de assalto a banco termina com 7 suspeitos mortos

Um estudante que cumpre pena de sete anos por porte de drogas também acusou o departamento chefiado por Gorneyev, responsável pela foto com o cadáver , de ter forjado sua prisão. Contudo, o Comitê de Investigação russo analisou os casos e  não encontrou irregularidades.


    Veja Também

      Mostrar mais