Tamanho do texto

Usando um sutiã sobre a camiseta, James Johnson foi flagrado pela polícia após funcionários do hotel sentirem cheiro de maconha vindo de seu quarto

O homem estava sob o efeito de ecstasy há cinco dias quando decidiu encher uma banheira de hotel com batatas
Reprodução/Shutterstock
O homem estava sob o efeito de ecstasy há cinco dias quando decidiu encher uma banheira de hotel com batatas


O britânico James Johnson, de 30 anos, foi flagrado em uma situação um tanto quanto incomum: há cinco dias sob o efeito de ecstasy, ele estava usando um sutiã e enchendo uma banheira de hotel com batatas quando policiais o encontraram. De acordo com o portal Metro , o caso aconteceu na cidade de Eastleigh, no Reino Unido.

Leia também: Estudante inglês encontra esquilo entalado em vaso sanitário e aciona a polícia

Johnson só foi descoberto após alguns funcionários do hotel Travelodge, onde estava hospedado, sentirem cheiro de maconha vindo do seu quarto. Eles ligaram para as autoridades que, por sua vez, encontraram uma grande quantidade de drogas dentro da suíte, incluindo ecstasy e outras duas substâncias alucinógenas, 5-MAPB e 2CB, sendo que a última é conhecida como a “droga da alta sociedade”.

Ele foi preso e convocado, junto de dois amigos, para depor em tribunal. O homem explicou que os três decidiram usar as drogas durante uma noite, porém, seus efeitos duraram cerca de cinco dias. “Parecia a coisa certa a ser feita naquele momento”, explicou Johnson quando o juiz Peter Henry perguntou por que ele estava colocando batatas na banheira.

Advogado da defesa, Unyime Davie tentou argumentar que o acusado estava arrependido e que era um “homem inteligente que cometeu um erro”. O juiz, contudo, condenou Johnson a um ano e meio de trabalho comunitário e nove meses de tratamento em uma clínica de reabilitação. “Isso é muito bizarro ”, concluiu Henry ao disser a sentença.

As drogas em questão foram compradas na deep web por 750 libras, cerca de R$ 3.7 mil, porém, um especialista em entorpecentes avaliou que houve superfaturamento: o valor real das drogas é de aproximadamente R$1.4 mil.

Consequências de uma ação antidrogas

Homem que não teve a identidade divulgada pulou a janela e caiu no chão, sendo abordado pela polícia em casa na Polônia
Reprodução/Mirror
Homem que não teve a identidade divulgada pulou a janela e caiu no chão, sendo abordado pela polícia em casa na Polônia


Em um caso que também envolveu situações inusitadas e o uso de drogas, um homem nu foi flagrado fugindo da Polícia de Armas e Táticas Especiais (Swat) na Polônia no começo da semana passada. De acordo com informações do  Mirror ,  o fugitivo pulou a janela 'do jeito que veio ao mundo' na tentativa de escapar da polícia, que realizava uma operação antidrogas na aldeia de Zabki.

A imprensa local informou que a tentativa frustrada de fugir gerou lesões graves no rapaz.  As gravações das câmeras de segurança revelam a abordagem dos oficiais , que teria potencializado os ferimentos nas pernas e nas mãos do acusado, de acordo com os portais de notícias poloneses.

Uma equipe de mais de 100 policiais da Swat estava envolvida na operação antidrogas juntamente a outras autoridades.  A mídia polonesa comunicou que aproximadamente 34 casas em Varsóvia, em Wolomin e em aldeias próximas foram invadidas.

Leia também: Homem fatura R$ 7 milhões ao ganhar na loteria duas vezes na mesma semana

Vale mencionar que a equipe vinha investigando o tráfico de drogas na região há mais de um ano e prendeu cerca de 16 pessoas no mesmo dia em que o ‘peladão’ foi pego. Não foi informado se ele estava sob o efeito de drogas, como aconteceu no caso do britânico com o  ecstasy .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.