Tamanho do texto

Polícia do Reino Unido afirma que policial Matthew Hooper estava seguindo David Seal devido à dependência química; motorista ficará um ano na cadeia

Ao parar o carro para buscar a substância ilícita, policial deteve o motorista, que tentou fugir em um ato desastroso; entenda
Reprodução/Kent Police
Ao parar o carro para buscar a substância ilícita, policial deteve o motorista, que tentou fugir em um ato desastroso; entenda

Um homem foi preso após dirigir em alta velocidade e acabar causando lesões graves a um policial, no Reino Unido. De acordo com o jornal Metro , o motorista David Seal, de 32 anos, estava sob efeito de cocaína e teria se assustado durante a abordagem do agente Matthew Hooper, que ficou preso na porta do carro depois de tentar conter o rapaz.

Leia também: Comerciantes jogam 15 toneladas de entulho em casa de cliente "caloteiro"

A polícia de Kent afirma que Hooper estava seguindo o homem devido à dependência química, quando pediu para que parasse o carro e, assim, conseguisse fazer a busca por substâncias ilícitas. Contudo, o  motorista  tentou fugir, o que se tornou um ato desastroso. O homem alega que não parou o veículo para soltar a perna presa do policial por “ter se assustado ao confundi-lo com o Batman”.

Condenação

As investigações policiais evidenciaram que Seal dirigiu por um tempo considerável em alta velocidade com o policial preso na porta. Ele só parou o veículo após perder o controle, colidindo com outros carros que estavam estacionados e, finalmente, batendo na parede de um bar.

Leia também: Bola de fogo! Luz misteriosa vista no céu da Bahia pode ser 'meteoro destroçado'

Hooper diz ter tentado chamar a atenção do rapaz por um bom tempo, mas não obteve sucesso. “Tentei usar todas as técnicas que aprendi nos treinamentos e agarrar a engrenagem quando percebi que ele ia bater o carro. Pensei que ficaria sem minha perna, ou pior, que não fosse sair vivo daquela situação”.

Durante o julgamento, Seal afirmou à Corte de Maidstone Crown que o policial teria o abordado de forma agressiva, o que o fez ter um surto nervoso. “Em vez de pedir para que eu não dirigisse daquela forma, ele me agarrou pela garganta, então, entrei em pânico. Ele foi muito agressivo”, se defendeu.

Leia também: Pelado e sob efeito de LSD, jovem coberto de óleo luta com a polícia e é preso

Diante dos fatos, o júri condenou David Seal a um ano e dois meses de prisão. Destacando alguns pontos da decisão, o arquivista identificado como Antonie disse: “o policial Hooper não fez nada de errado. Estava cumprindo o seu papel e tentando manter os cidadãos em segurança. David Seal se mostrou um motorista  imprudente ao dirigir sob efeitos de drogas, sendo ainda um dependente químico. Ele poderia ter causado consequências ainda mais graves”, concluiu.