Tamanho do texto

Durante visita a uma prisão mal-assombrada do Reino Unido, investigador flagra possível fantasma de criminoso que foi condenado à morte em 1909

Caça-fantasma acredita ter filmado espírito do último preso a morrer enforcado na prisão Bodmin, no Reino Unido
Reprodução/Mirror
Caça-fantasma acredita ter filmado espírito do último preso a morrer enforcado na prisão Bodmin, no Reino Unido

Um investigador de atividades paranormais conseguiu capturar imagens arrepiantes de um fantasma dentro de uma prisão , no Reino Unido. Para Tony Ferguson, um vulto que aparece nas imagens trata-se do espírito do último homem enforcado na cadeia Bodmin, local em que os criminosos mais perigosos das décadas passadas foram executados.  

Leia também: Chinês viaja 800 km para espancar mulher que avaliou mal sua loja virtual

Durante essa visita, o rapaz conta que, além do fantasma , ouviu vozes estranhas e viu luzes que percorriam as diferentes áreas da antiga prisão. Ele alega ainda ter ficado impressionado com a luz branca e forte que antecedeu a aparição da ‘alma penada’.

Suposições

Para o investigador, o homem era William Hampton, de 24 anos, o último preso condenado à morte no município. Hampton foi sentenciado por homicídio no tribunal de Bodmin em 20 de julho de 1909, depois de estrangular a namorada Emily Tredea, de 16 anos, em uma aldeia de Vicarage Row.

De acordo com o site British Executions , o homem conheceu a adolescente em Cornwall depois de trabalhar vários anos na América. Eles começaram a namorar em 1908 mas, depois de alguns meses, a jovem decidiu terminar o relacionamento. Foi então que William a matou na casa da família.

Leia também: Homem dado como morto por três médicos "ressuscita" pouco antes de autópsia

Depois do crime, o assassino fugiu, mas entregou-se à polícia. Para Tony, a probabilidade de ter visto o fantasma de William é grande, já que relata ter chamado por ele minutos antes de surgir no fundo de um corredor, que até então estava vazio.

"Mostrei as filmagens da prisão Bodmin para outros pesquisadores e eles ficaram chocados com o que viram. Esse lugar é um dos mais assombrados do Reino Unido, muitas coisas inacreditáveis aconteceram aqui”, disse ao jornal Mirror .

Leia também: Professor é investigado por enviar 'nude sensual' para ex-aluno adolescente

Segundo Ferguson, entre 1735 (data em que a prisão foi inaugurada) até 1909, aproximadamente 60 pessoas, incluindo oito mulheres, foram enforcadas no lugar. Ela fechou no início do século 20 depois da venda do território em 1929 e, desde então, vem sendo estudada e visitada por investigadores e curiosos que estimam ver não só o fantasma de William, como outros sinais macabros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.