Tamanho do texto

Um vídeo gravado por um dos passageiros do voo que saiu de Londres e seguia para Bangcoc mostra o momento em que russo reage violentamente

Após beber uma garrafa de whiskey em voo, russo fica agressivo e passageiros precisam segurá-lo
Reprodução/The Sun - 02.02.2017
Após beber uma garrafa de whiskey em voo, russo fica agressivo e passageiros precisam segurá-lo

Um passageiro russo teve de ser “controlado” por membros da tripulação e outras pessoas que estavam viajando de Londres a Bangcoc no último dia 21. Segundo as testemunhas contaram ao tabloide britânico “The Sun”, o homem se tornou muito agressivo depois de beber quase um litro de whiskey e outros drinks servidos durante um voo da British Airways.

LEIA MAIS: Novo brinco? Mulher vai ao hospital com cobra de estimação presa em sua orelha

As imagens do momento de terror foram gravadas por um dos passageiros , e o vídeo foi divulgado na mídia internacional, no qual é possível ver que oito homens e duas mulheres tentando controlar o acesso de raiva do homem bêbado. Segurando em seus braços e cabeça, os ‘voluntários’ ajudaram os membros da tripulação da British Airway que tiveram de colocar algemas e uma vestimenta para tentar segurar o russo enfurecido. No vídeo, é possível ouvir o homem gritando com um tom de voz bastante nervoso.

Segundo as testemunhas afirmaram, o homem estava fazendo barulhos, além de gritar e reagir de forma violenta. Todas as pessoas presentes no voo tiveram de aguardar mais algumas horas até que o avião pousasse no aeroporto tailandês Suvarnabhumi, às 9h25, do dia 22 de janeiro.

Também contaram que ainda faltavam duas horas de voo quando ele começou a reagir de forma agressiva em sua poltrona. Assim, no tempo restante de viagem, os passageiros tiveram de controlar os impulsos agressivos.

LEIA MAIS: 'Traficante abusou': mulher liga para a polícia para denunciar preço da maconha

Simon Johnson, de 47 anos, estava na viagem e foi uma das pessoas que ajudaram a segurá-lo. Ele afirmou, em entrevista, que o russo estava “totalmente fora do controle”. O chef de cozinha ainda contou que o caos teria começado depois de o russo ter ficado em uma fila para ir ao banheiro, logo atrás dele.

“Eu estava esperando o lavabo desocupar na fila, perto de uma poltrona, quando ele chegou atrás de mim e bateu em minhas costas, começando a me empurrar. Ele era um rapaz bem grande, bem bêbado e bem agressivo. Esta situação foi muito assustadora”, lembra.

Johnson também revelou que foi ele quem tentou, primeiramente, colocar o homem em sua poltrona, já que estava causando tanto problema. “Foi então que oito homens e duas mulheres levantaram e me ajudaram a tentar controlar seu ataque. Os tripulantes não estavam conseguindo lidar com isso. Um deles acabou saindo de perto para poder buscar uma algema”, disse.

LEIA MAIS: Pastor muçulmano com 130 esposas e 203 filhos morre aos 93 anos na Nigéria

Depois de chegar ao destino, a polícia encontrou uma garrafa de whiskey embaixo do assento do homem com apenas um quarto da bebida deixada para trás.

Simon disse que contatou o serviço de atendimento ao cliente da British Airways para reclamar que a equipe não tinha feito mais para controlar o passageiro. Um porta-voz da companhia aérea disse que “passageiros e membros da tripulação merecem desfrutar de seus voos sem qualquer forma de interrupção, e que esse tipo de comportamento não será tolerado, e a ação apropriada será tomada".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.