Polícia
Pixabay
Polícia

Um jovem de 22 anos matou cinco membros de sua própria família, dois adultos e três crianças, em uma casa em Douvres, comuna no departamento de Ain. Depois dos assassinatos, ele apontou uma arma para os agentes, que revidaram com tiros em legítima defesa. Os paramédicos tentaram reanimar o suspeito, mas ele morreu vinte minutos depois.

O autor dos disparos fazia os parentes de refém desde a noite de terça-feira (19), quando os policiais invadiram o local na madrugada desta quarta (20) e encontraram os cinco corpos. Os negociadores tentaram entrar em contato com ele durante a noite, em vão.

A promotoria da comuna de Bourg-em Bresse, também em Ain, ainda não especificou a idade das vítimas nem o grau de parentesco do autor do crime com as vítimas.

Um amplo perímetro de segurança foi erguido em torno do centro da comuna, cujos principais acessos foram fechados.

Este é um dos assassinatos familiares mais mortais na França nos últimos anos. Em outubro de 2020, um homem matou a esposa, dois filhos e dois sobrinhos em Noisy-le-Sec, Seine-Saint-Denis. Um duplo parricídio foi cometido no País Basco em 2016 por um homem de 24 anos, que tentou matar também o irmão.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários