Líder do Irã declara apoio à Rússia
Divulgação
Líder do Irã declara apoio à Rússia

Nessa terça-feira (19), o Aiatolá Ali Khamenei, líder supremo do Irã, declarou apoio à Rússia na guerra contra a Ucrânia. De acordo com o líder, “se a Rússia não tivesse começado a agir, o outro lado teria iniciado uma guerra”.

A declaração de apoio aconteceu durante um encontro com o presidente russo, Vladimir Putin. Além de Khamenei, Putin se reuniu com o premiê da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, e com o presidente do Irã, Ebrahim Raisi.

Em comunicado, Khamenei disse que a cooperação entre Irã e Rússia é importante “diante das políticas enganosas do Ocidente”. Segundo ele, acordos de longo prazo são “profundamente benéficos” para dois países.

Khamenei afirmou que o Ocidente “se opõe a uma Rússia independente e forte”. Disse que a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) é uma organização perigosa.

“Se o caminho for aberto para a Otan, ela não terá limites. Se não tivesse sido detida na Ucrânia, mais tarde teria iniciado uma guerra semelhante na Crimeia”, falou o aiatolá.

“Os norte-americanos são agressivos e enganados” pelos EUA, disse o líder, que completou afirmando que "a Rússia preservou sua independência”. O aiatolá defendeu que “o dólar deve ser gradualmente removido das transações globais”. Segundo ele, essa substituição “é possível com o tempo”.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários