Volodymyr Zelensky presidente da Ucrânia
Reprodução/Twitter Volodymyr Zelensky
Volodymyr Zelensky presidente da Ucrânia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, anunciou nesta segunda-feira (18) os nomes dos novos procurador-geral e chefe do serviços de segurança interna (SBU) interinos após os titulares terem sido afastados um dia antes por suposta traição.

Para o lugar da procuradora Iryna Venediktova foi elevado seu vice, Oleksii Symonenko. Mesma situação no SBU, sai Ivan Bakanov e entra seu vice, Vasyl Malyuk.

Conforme o Gabinete, os dois dirigentes não foram demitidos, mas afastados durante as investigações. Após as análises, Zelensky vai decidir se apresenta ou não uma moção ao Parlamento para formalizar a demissão de ambos.

Durante o anúncio do domingo (17), o presidente ucraniano afirmou que mais de 600 pessoas são investigadas por suposta traição ou ajuda ao governo da Rússia desde o início da guerra.

Os dois suspensos tinham cargos importantes no momento, sendo Venediktova a responsável por contabilizar e organizar as denúncias de crimes de guerra cometidos pelos militares russos no país desde fevereiro.

Essa é a segunda vez que Zelensky vem a público para anunciar o afastamento ou a demissão de altos funcionários de Kiev por "traição". Em 1º de abril, dois membros do alto escalão do SBU, que não tiveram os nomes revelados, foram demitidos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários