Tiroteio em Illinois no Dia da Independência
Reprodução: Redes Sociais
Tiroteio em Illinois no Dia da Independência

Durante esta tarde, o presidente norte-americano, Joe Biden, disse estar chocado com o ataque no Desfile do Dia da Independência em Illinois , nos Estados Unidos, e prometeu dar “o total apoio do governo federal” aos investigadores.

"A violência armada sem sentido mais uma vez trouxe sofrimento a uma comunidade americana neste Dia da Independência", disse, lembrando que assinou recentemente uma lei de segurança de armas.

"Há muito mais trabalho a fazer e não vou desistir de lutar contra a epidemia de violência armada", finalizou.

O ataque

Um ataque a tiros deixou seis mortos e mais de 20 feridos e fez com que centenas de pessoas fugissem do Desfile do Dia da Independência, em Illinois, nos EUA, na manhã desta segunda-feira (04).

O incidente aconteceu cerca de 10 minutos após o início da cerimônia no centro da cidade de Highland Park, por volta das 10h (horário local).

O atirador, que segundo autoridades usou um rifle de cima de um telhado, não foi preso. Autoridades de Highland Park continuaram em busca do atirador, com a ajuda de autoridades federais.

O que se sabe sobre o atirador

A polícia de Highland Park, Illinois, disse que o suspeito do tiroteio é um homem branco de 18 a 20 anos, com cabelo preto comprido, baixa estatura e vestindo uma camiseta branca ou azul. A arma de fogo foi apreendida no local.



Cadeiras e carrinhos de bebês abandonados

Por volta do meio-dia, as ruas ao redor da rota do desfile foram fechadas e poucas pessoas ainda permaneciam na área. Policiais cercaram a área, alguns deles carregando rifles. Mais cedo, centenas de participantes do evento, alguns ensanguentados, fugiram do local, deixando para trás cadeiras, carrinhos de bebê, brinquedos e cobertores.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários