Zelensky afirma que negociações de paz só vão ocorrer quando Rússia devolver territórios
Ansa
Zelensky afirma que negociações de paz só vão ocorrer quando Rússia devolver territórios

A Rede Europeia de Operadores de Redes de Transporte de Eletricidade (ENTSO-E) anunciou nessa sexta-feira (01), o início da distribuição de eletricidade entre a Ucrânia e União Europeia . Enquanto países como Itália e Alemanha dependem do gás russo , suas necessidades energéticas encontram-se pressionadas a encontrar alternativas às medidas de Moscou de reduzir o volume da distribuição de gás para a Europa. 

Na quinta-feira 30 de junho, Zelensky disse que a Ucrânia deu início a uma exportação significativa de eletricidade para o território da União Europeia , através da Romênia. Este procedimento de emergência também deve utilizar redes da Moldávia e também da Ucrânia, interligando os sistemas com a Rede Continental Europeia em março de 2023.

"Este é o próximo passo na integração dos sistemas energéticos destes dois países com a Europa e tem um significado especial agora que receberam o estatuto de país candidato à União Europeia", disse a nota emitida pela comissão de energia europeia. 

A UE apoiou fortemente a Ucrânia após a invasão da Rússia em fevereiro, atingindo Moscou com uma série de sanções e concedendo a Kyiv o "status de candidato", um primeiro passo para a adesão ao bloco. No contexto da contínua invasão da Rússia contra a Ucrânia, o aumento do comércio de eletricidade com os países europeus vai permitir que a Ucrânia obtenha receitas para sustentar seu sistema de energia em uma situação em que sua renda doméstica está abalada e reduzida pelos ataques militares da Rússia.

A chefe da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen , tuitou ontem que as exportações ucranianas fornecerão uma fonte adicional de eletricidade para a UE além de aumentar as receitas para a Ucrânia e "então nós dois nos beneficiamos", disse ela. 

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários