Fernández critica falta de Cuba, Venezuela e Nicarágua na Cúpula das Américas
Divulgação/Twitter Alberto Fernández
Fernández critica falta de Cuba, Venezuela e Nicarágua na Cúpula das Américas

Como era esperado, em seu discurso na IX Cúpula das Américas , o presidente da Argentina, Alberto Fernández, questionou a ausência dos países excluídos do encontro pela Casa Branca (Cuba, Nicarágua e Venezuela).

Ele condenou, ainda, o bloqueio econômico a Cuba e sanções aplicadas contra a Venezuela de Nicolás Maduro.

“Cuba suporta um bloqueio de mais de seis décadas imposto nos anos da Guerra Fria, e a Venezuela tolera outro, enquanto uma pandemia que assola a Humanidade acaba com milhões de vidas “, disse o chefe de Estado argentino, que é representante, também, da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac).


Segundo Fernández, medidas deste tipo (bloqueios e sanções) “buscam condicionar governos, mas, na prática, afetam seus povos”.

“Definitivamente teríamos gostado de ter outra Cúpula das Américas. O silêncio dos ausentes nos interpela. Para que isso não volte a acontecer, gostaria de deixar bem claro que o fato de ser país anfitrião da cúpula não implica ter a capacidade de impor um "direito de admissão" sobres países do continente”, frisou o presidente argentino.

Fernández disse, em recado ao presidente americano Joe Biden, que “é hora de mudar as políticas herdadas do governo anterior (de Donald Trump).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários